quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Insaciável



Visto-me de ti
...amor incondicional
Cobrem-me filetes de luz da lua
que brincam com o inexistente
Me fazes indefesa, só tua...
Buscando em mim
a seiva do amar
Encontras-me banhada
no sumo do agonizar ... por ti !
Assim...
Audacioso deixas
respingos da madrugada
Feitiço que me seduz
Vestes-me da fonte do prazer
Embriagas-me em taças virgens
Tonteio trêmula ao teu vício
Desnudo-me de pudor...
Quero-te de qualquer jeito
Estou só neste leito
onde deleito meu corpo
 ao brilho do luar
Alva... Espero-te
para vestirmos-nos de nós
A sós...
No delírio da noite em que
o universo é a liberdade
só nossos, os nossos “AIS”
Não serão momentos iguais
aos que já se foram...
Espero-te...insaciável

2 comentários:

Sıмρſєsмєηтє Ɲic... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sıмρſєsмєηтє Ɲic... disse...

Adorei o post mana... esta uma delicia... Permita-me?!